Em 2016, graças ao curso técnico em nutrição, eu conheci o risoto e, desde então, viramos melhores amigos. Dá um trabalhinho para fazer? Sim, mas, olha, quando a gente se encontra sempre vale a pena. Eu sei que a receita original vai vinho e que, na maioria dos casos, se usa manteiga e queijo para dar cremosidade. Só que quem disse que precisamos de ingredientes de origem animal para fazer um risoto delícia?

Eu não criei exatamente essa receita, mas juntei algumas referências da minha cabeça para torná-la realidade. Lembrei do risoto de abobrinha que fizeram em algum MasterChef, da Gabie do Depois das Onze falando que risoto de funghi era sua comida favorita e do meu amor por tomates cerejas. Voilá, temos um risoto vegano de abobrinha com shimeji e tomate. Além do meu, ao fim do post, te dou outras ideias de como incrementar esse arroz tão cremoso, tão maravilhoso.

risoto vegano

💛 Ingredientes 💛

(para duas pessoas)

➳ 1 xícara de arroz arbóreo

➳ 700 ml de água
➳ 200 g de shimeji
➳ 1 abobrinha pequena
➳ 20 tomatinhos cereja
➳ Sal, orégano, pimenta do reino e páprica
➳ Cebola e alho
➳ Shoyo a gosto
➳ Folhinhas de manjericão
➳ 1 cubinho de caldo de legumes

 

💛 Como preparar esse risoto vegano? 💛

 

➳ Corte a abobrinha em cubinhos pequenos, os tomates ao meio, separe e limpe com papel toalha o shimeji.
➳ Refogue cebola e alho (eu sempre exagero no alho, por isso, não coloquei as medidas) no azeite e junte a abobrinha. Enquanto ela cozinha, coloque as 700 ml de água para ferver separadamente.
➳ Quando ela começar a amolecer, chegou a hora de juntar o shimeji. Refogue os dois juntos e acrescente os temperos que preferir, no meu caso, foi sal, orégano, pimenta do reino, páprica e duas colheres de sopa de shoyo. Deixe a abobrinha al dente, pois ela ainda irá cozinhar um pouquinho mais quando juntarmos com o arroz.
➳ Dissolva o cubo de caldo de legumes na água fervendo.
➳ Refogue no azeite mais cebola e alho e, então, acrescente o arroz. Mexa por um tempinho e comece a acrescentar a água, que deve estar fervendo, aos poucos. Quase de 100 em 100 ml.
➳ O arroz vai absorvendo a água e conforme ela for evaporando, você vai acrescentando mais e mais água. É bom colocar umas 300 ml para ferver só por precaução, caso precise.
➳ O ponto do arroz é quando ele estiver transparente, bem cremoso e macio na boca. Próximo dessa consistência, junte a abobrinha, o shimeji e metade dos tomatinhos. Pode jogar a água que se formou com o shoyo também!
➳ Acrescente o restante de água, um pouquinho de sal e mexa bem devagar até que o arroz absorva.
➳ Prontinho! Por fim, coloque o resto dos tomates frescos com folhinhas de manjericão.

Dica para reaquecer o risoto: não fica bom reaquecê-lo no microondas, então, o que você pode fazer é colocar no fogo baixo em uma panela com azeite e acrescentar um pouquinho de água fervendo até que ele volte a ter a consistência maravilhosa de um risoto.

Para te deixar com ainda mais água na boca (porque, sério, só de pensar em risoto eu salivo!), aqui vão 6 outras receitas para você se inspirar e, quem sabe, colocar a mão na massa!

risoto vegano - alho poró

risoto vegano - funghi

Risoto de alho poró l Risoto de brócolis, castanha, gengibre e shimeji l Risoto de açafrão l Risoto de “gorgonzola” e ervilha l Risoto de tomate e manjericão l Risoto de fungi

Quem aí também ama esse arroz cremoso? Conhece alguma outra versão vegana? Ah, não esquece de me contar depois caso você teste em casa 💛

Você também vai gostar

desvantagens em ser vegano - amigos
5 desvantagens em ser vegano, sem ironia
quero virar vegano em 2019
Quero virar vegano, por onde começar?
bolo vegano de abóbora
Bolo de abóbora vegano com especiarias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 Comments

acompanhe no instagram